Categorias

Arquivo

7 de setembro de 2016

O ambiente mobile tornou-se obrigatório para quem trabalha numa agência de publicidade ou no departamento de marketing de empresas que desejam ampliar o awareness de seu produto ou serviço. É um caminho sem volta e quem não se adaptar a essa nova realidade do mercado certamente está perdendo o bonde da história. No Brasil, quinto maior mercado de smartphones do mundo, 86% do processo de compra do consumidor - seja para pesquisa, comparação de preço ou efetivação de compras - já acontece via celular, de acordo com pesquisas do Google.


Para ter sucesso nesse ambiente, é preciso considerar alguns pontos-chave ao delinear suas estratégias via celular. Elas podem render ótimos frutos se sua equipe olhar com atenção para alguns detalhes e conceitos, que nem são tão complicados de entender e executar.

Por onde e como começar
  • Antes de mais nada, o profissional da agência de publicidade deve entender bem o comportamento do seu público-alvo. Até para decidir se a sua estratégia deve começar pela adoção de um mobile site, de um app ou ambos. Tenha em mente que os mobile sites são recomendados quando se deseja ter um alcance maior ou quando a intenção é proporcionar um primeiro contato com a marca. Já os apps, voltados para consumidores fiéis, são ideais para oferecer uma experiência mais rica, com funcionalidades complementares ao site.
  • Não replique a mesma experiência usada no desktop. Parece óbvio, mas muitas empresas ainda cometem esse erro ao acreditar que basta "encaixar" o conteúdo e as funcionalidades do ambiente desktop à tela do celular. Os dois ambientes são complementares, sim, mas possuem particularidades bem diferentes.
  • Preocupe-se em oferecer uma boa user experience (UX) com uma navegação simples, descomplicada. Existem várias formas de garantir isso, seja pelo uso de um bom design ou pela simplificação do menu, com acesso rápido às opções mais prováveis de serem acessadas pelo usuário ao pesquisar a marca. Dependendo do negócio, se o campo "busca" estiver visível, ele já é suficiente para levar o consumidor a seguir adiante no contato com a marca.
  • A boa comunicação é essencial para o bom desempenho de uma campanha. O Google trabalha com um conceito chamado "estágios de consideração", fundamentado em quatro etapas - SEE, THINK, DO e CARE (veja, pense, faça e cuide) - que podem ajudar a sua agência de publicidade a nortear a comunicação nas campanhas mobile. Predominantemente, as ações mobile são eficientes nos estágios SEE (quando o consumidor ainda não tem conhecimento da marca) ou quando ele já conhece, mas está considerando outras (THINK). Como em cada um deles o consumidor tem um nível de conhecimento diferente, os conteúdos devem ser trabalhados de forma direcionada.
  • Por fim, as métricas ajudam você a analisar se a campanha está indo bem ou não. Além da taxa de cliques (considerada insuficiente para medir a eficiência de uma campanha mobile), outras métricas devem ser levadas em consideração, como a taxa de visualização e o tempo de permanência num anúncio.
Faça bom uso de nossas dicas e observe o mundo mobile abrindo horizontes para seu produto!

>> Precisa de um atalho?
  1. Cerca de 86% do processo de compra já é realizado via mobile no Brasil, o quinto maior mercado de smartphones no mundo.
  2. Entenda o comportamento do seu público-alvo para decidir de que ferramentas irá dispor ao delinear sua estratégia para o ambiente mobile.
  3. A experiência do consumidor ao acessar seu conteúdo deve ser clara, descomplicada e rápida. Há estratégias diferentes para quem acessa a marca pela primeira vez e para quem já conhece o seu produto.

Elaine Gomes é jornalista e publicitária com especialização em Marketing. Tem experiência em vários ramos da Comunicação mas sua grande paixão é escrever. Dedica seu tempo à área de creative content e a contar boas histórias de pessoas e organizações. Quer saber mais? Conheça nossos autores
facebook twitter email

Já falamos muito sobre a gente

Vamos falar de você

Será que acabamos se tornam melhores amigos ? Você vai ouvir de nós em breve.