Categorias

Arquivo

5 de junho de 2017

A geolocalização, quando bem explorada, traz oportunidades únicas para marcas que querem se aproximar dos consumidores. Como já mostramos aqui no The Compass, cada vez mais empresas têm apostado nesse potencial explorando a publicidade nativa, que traz um tipo de conteúdo realmente útil para os leitores. Felizmente, essa tendência também está sendo muito bem explorada aqui no Brasil e a campanha que a SulAmérica tem feito no Waze é uma prova disso.

A seguradora sempre investiu em soluções inovadoras de comunicação para se conectar com seus clientes. Antes, isso era feito na Rádio SulAmérica, uma iniciativa que rendeu para a companhia um bronze em Cannes em 2007 – curiosamente o mesmo ano do anúncio do primeiro iPhone, ou seja, muito ainda viria pela frente.

Com a expansão do mobile, a SulAmérica percebeu que precisava mudar de estratégia, e foi daí que entendeu que o Waze era a plataforma certa para substituir a rádio nessa prestação de serviços. Pesquisas indicam que Wazers representam aproximadamente 50% de todos os segurados de Auto do País.

A ação segue a estratégia de chamar a atenção prestação de serviços aos Wazers com alertas dicas de segurança no trânsito, que ajudam os motoristas a cuidarem da vida enquanto dirigem: tudo a ver com a proposta de valor da empresa . A campanha foi focada no Rio de Janeiro e São Paulo. A comunicação aconteceu por meio de Zero-Speed Takeover, que permite que anúncios personalizados apareçam para os usuários quando o carro está parado, como os da imagem abaixo:

A campanha contou com mais de 20 criativos que foram ativados por geolocalização. De acordo com o local da cidade e o horário do dia, os motoristas eram impactados pelas mensagens contextualizadas. Por exemplo, em cruzamentos com alto índice de acidentes, uma mensagem chamava atenção dos motoristas para esse risco. À noite, em bairros boêmios da cidade, o Waze exibia o anúncio que orientava os motoristas a não dirigirem se fossem beber, além de oferecer o serviço Motorista Amigo da SulAmérica.

A parceria deu muito certo: a campanha gerou 28 milhões de impressões até abril. Nesse período, mais de 2 milhões usuários únicos foram impactados nas duas cidades em que a campanha foi veiculada – esse número representa 40% da base total de de Wazers nas capitais.

Além do alto alcance, as mensagens tiveram um impacto positivo nos usuários do aplicativo: o AdRecall da campanha chegou a mais de 400%. Mais um indício de que combinar geolocalização com conteúdo útil é o melhor caminho para se destacar com marketing mobile.

O case foi destaque no último Fórum de Liderança da Mobile Marketing Association que aconteceu em São Paulo. Confira mais detalhes sobre a campanha aqui.


>> Precisa de um atalho?
  • Cada vez mais empresas têm apostado na publicidade nativa para se aproximar dos clientes. Um bom exemplo no Brasil é a campanha que a SulAmérica tem feito no Waze.
  • A ação contou com mais de 20 criativos que foram ativados por geolocalização. De acordo com o local da cidade e o horário do dia, os motoristas eram impactados pelas mensagens contextualizadas. 
  • A campanha gerou mais de 19 milhões de impressões entre novembro e março – mais de 2 milhões de usuários únicos foram impactados nas cidades em que os anúncios foram veiculados.
facebook twitter email

Já falamos muito sobre a gente

Vamos falar de você

Será que acabamos se tornam melhores amigos ? Você vai ouvir de nós em breve.