Categorias

Arquivo

21 de junho de 2017

“Prazer, Gru. Fui demitido da liga anti-vilões e tô com este bico aqui no Waze agora!” Um dos personagens mais queridos das crianças, o adorável Gru, de Meu Malvado Favorito, agora está entre as opções de locução de trajeto dos Wazers no Brasil. A parceria com a Universal Pictures é uma das ações do estúdio no país para divulgar a estreia do terceiro longa da franquia, prevista para 29 de junho.

Até 1º de agosto, o anti-vilão, dublado no Brasil pelo humorista Leandro Hassum, orienta os usuários sobre a rota mais rápida enquanto chama os Minions para ajudar e fala sobre seus planos de dominar o mundo. A ação no Waze é muito mais do que uma divertida interação no app: é uma ferramenta poderosa de engajamento entre marca e público-alvo.

A comunicação é a principal ferramenta nas relações afetivas, sociais e profissionais desde os primórdios de nossa história. O poder do áudio (e isso inclui a voz humana) e como ele pode impactar o outro vem sendo experimentado de forma criativa no universo mobile. O Waze, como já contamos aqui, virou notícia nos EUA quando anunciou a campanha sobre a inclusão da voz do ator Morgan Freeman, para lançamento do filme Invasão a Londres, no qual ele interpreta o presidente dos EUA. É, sem dúvida, até hoje, uma das vozes mais procuradas no aplicativo e no Google. Os brasileiros também embarcaram nessa onda e se divertiram com C-3PO, de Star Wars, Fábio Porchat e Sid, de A Era do Gelo, entre outros. As pessoas buscam identidade e proximidade. E o voice-prompt traz isso.

E quando o assunto é engajamento, o humor está no topo da lista das preferências. Ter senso de humor pode ajudar sua marca a se destacar. Nada proporciona conexão e significado mais rápido do que fazer com que alguém ria. Ouvir um comentário divertido de um personagem do cinema que você gosta é ou não é um ótimo antídoto antiestresse pra quem fica preso no trânsito na hora do rush? Imagine a seguinte situação: o usuário está percorrendo sua rota num congestionamento, mantém seus olhos atentos ao trajeto, mãos no volante e o comando de voz customizado remete diretamente seu pensamento ao produto daquela campanha: o filme. Impacto imediato em milhares de Wazers e seus passageiros.

Mas essa estratégia é exclusiva para campanhas de filmes, em que personagens são as estrelas das campanhas de marketing? A resposta é: não! No ano passado, por exemplo, o Waze deu dicas para dirigir com segurança na voz do cantor Daniel, numa ação promovida pelo Grupo CCR para a Semana Nacional do Trânsito no Brasil. Já a marca japonesa Calpis colocou a artista pop Yuna para "cantar" as rotas dos Wazers na Malásia.

Essa estratégia criativa está alinhada com uma tendência bem comentada : o futuro da interação entre homens e máquinas é a voz. Durante o CES deste ano, o Google destacou que as interfaces de voz amadureceram e estão se tornando excelente fonte para captar hábitos e preferências dos usuários.

O consumidor é atualmente bombardeado por diversos estímulos, e conquistar sua atenção é cada vez mais desafiador. Associar sua marca a sons que impactam a memória afetiva é uma saída criativa e eficaz. Faça um teste rápido: feche os olhos por alguns instantes e busque nas suas lembranças o som de propagandas que guarda na memória. Vai perceber que pode enumerar diversos produtos só pela voz do locutor ou por uma música característica da peça. É apostando nisso que o Gru pretende dominar o mundo, ou melhor, conduzir wazers aos cinemas brasileiros. "EntendeRRRAM??"

>> Precisa de um atalho?
  • Gru, de Meu Malvado Favorito, agora está entre as opções de locução de trajeto dos Wazers no Brasil, em campanha para a do terceiro longa da franquia, prevista para 29 de junho.
  • Quando o assunto é engajamento, o humor está no topo da lista das preferências. Ter senso de humor pode ajudar sua marca a se destacar. 
  • A estratégia não é exclusiva para campanhas de filmes. No Brasil ano passado, por exemplo, o Waze deu dicas para dirigir com segurança na voz do cantor Daniel, numa ação promovida pela CCR para a Semana Nacional do Trânsito. 
  • Essa criativa estratégia de comunicação também está alinhada com uma das tendências tech que marcas e agências devem ficar de olho este ano: o futuro da interação entre homens e máquinas é a voz. 

facebook twitter email

Já falamos muito sobre a gente

Vamos falar de você

Será que acabamos se tornam melhores amigos ? Você vai ouvir de nós em breve.