Categorias

Arquivo

8 de agosto de 2017

Rock in Rio, São Paulo Trip, Tomorrowland, Dekmantel: o número de festivais de música no Brasil é cada vez maior e variado. E, neste segundo semestre, o Brasil recebe vários artistas em alguns desses eventos.



Em 2016, foram mais de 15 grandes festivais ao longo do ano para todos os gostos e estilos musicais. Eventos assim movimentam as cidades e trazem um potencial gigante para as marcas. Avaliamos os dados do anos passado para entender os efeitos no consumidor em trânsito e como o mobility marketing pode ajudar as marcas a alavancarem suas ações.

Wazers são fãs de música

Os trajetos de carro são momentos potenciais para as marcas que querem chamar a atenção do público desses festivais: 25% de todo o consumo de música acontece no carro, segundo pesquisa da Nielsen. E esse comportamento fica ainda mais acentuado no público do Waze: 60% dos Wazers usam o Spotify, o principal aplicativo de streaming de música no Brasil. No total, são 13 milhões de km percorridos por mês no Waze ao som do Spotify.

E quando analisamos o histórico de navegações do Waze, percebemos que o amor dos nossos usuários por música vai além dos alto-falantes do carro: eles são grandes fãs de festivais. É o que indicam as s variações de navegação para o Sambódromo do Rio de Janeiro, que, em outubro de 2016, foi sede do Ultra. Considerado o maior festival itinerante de música eletrônica do mundo, o evento trouxe para a capital carioca mais de 60 artistas, entre eles o DJ britânico Carl Cox e o holandês Martin Garrix, além de um mar de fãs de variados locais e cidades. Apesar do espaço carioca ter outros dias de movimento alto no decorrer o segundo semestre, nenhum superou o festival eletrônico.

O mesmo fenômeno é observado nas navegações para o Autódromo de Interlagos neste ano, sede do badalado festival Lollapalooza – um dos maiores festivais de música do mundo, que nesta edição obteve o seu recorde de público e de audiência no Brasil com mais mais de 190 mil pessoas. Durante os dias 25 e 26 de março, se apresentaram mais de 40 atrações, incluindo feras do rock, heavy metal, MPB e música eletrônica.

O pico vertiginoso causado pelo festival é um sinal do quanto uma movimentação tão fora da rotina mexe com a cidade e com a rotina das pessoas. Grandes eventos de música alteram a rotina não apenas a cidade sede, mas as cidades vizinhas também. É o que se observa claramente nesse mapa que mostra a movimentação das pessoas em direção ao Coachella, famoso festival no deserto da Califórnia:

Rock in Rio à vista: como se planejar para próximos festivais?

O principal festival de música do Brasil, o Rock in Rio acontece no dia 15 de setembro, e já é hora de começar a se planejar para aproveitar esse potencial destacando sua marca. Trabalhar bem o timing e a mensagem que melhor engaja seu consumidor é essencial. Identificamos dois momentos cruciais para quem pretende chamar a atenção do consumidor que vai nos festivais de música:

Oportunidade 1: Aquecimento

Os fãs de música já começam a viver o clima dos festivais dias antes do evento, e você pode aproveitar essa empolgação para associar a sua marca ao festival: essa é sua oportunidade de mostrar se você estará presente, por exemplo, com uma marca de bem de consumo (como bebidas e alimentos) – seja como ativação no espaço do evento ou com alguma promoção exclusiva. Utilizar o recurso “Lembre-me” dos anúncios do Waze pode ser uma boa ideia nesse caso. Aqui nós mostramos um case que utilizou essa feature com sucesso. Para tornar o impacto da sua marca ainda maior, pode ser uma boa ideia alinhar sua campanha no Waze com os criativos de sua estratégia OOH.

Oportunidade 2: Hora de ir!

Não importa se sua marca estará presente com algum tipo de ativação no evento como patrocinador ou não, o alto movimento em direção ao local é uma chance de trabalhar a comunicação com esse público. Aproveite o mindset dos fãs de música para trabalhar uma mensagem divertida que engaje o consumidor. Até mesmo a volta dos festivais pode ser aproveitada: para quem está voltando com fome de horas de show, uma promoção em um lanche pode ser uma oferta irrecusável.

Você tem tempo para planejar uma estratégia eficiente de mobility marketing para impactar quem está indo para festivais de música. Use o timing a seu favor, e explore ao máximo a criatividade na linguagem da campanha para entrar no clima dos Wazers fãs de música.

>>Precisa de um atalho?

  • Os festivais de música, cada vez mais numerosos no Brasil, são uma oportunidade para marcas que querem se destacar com mobility marketing.
  • O Waze é o formato ideal para esse tipo de campanha: 60% dos Wazers usam o Spotify. 
  • As marcas têm a oportunidade de engajar fãs de música com mensagens criativas em dois momentos: o aquecimento — dias antes dos festivais—, e o trajeto de ida e volta.
facebook twitter email

Já falamos muito sobre a gente

Vamos falar de você

Será que acabamos se tornam melhores amigos ? Você vai ouvir de nós em breve.